01 julho, 2013

PROTEÍNA É PROTEÍNA E FIM DE PAPO ...

As melhores fontes de proteínas: ovo = carne = leite desnatado = leite de soja = suplemento... e agora? A briga da proteína é sempre boa, cada um tem sua preferência. No entanto, o texto a seguir é uma rasteira no pessoal que defende a existência das proteínas mágicas. Tem os que torram dinheiro nos suplementos, os que são carnívoros inveterados, o pessoal que é fã dos ovos e também os bebedores de leite, seja de soja, seja de origem animal. No final das contas, cada vendedor puxa para o seu lado e as opiniões se baseiam mais nas paixões e interesses financeiros do que nas evidências científicas.


Em um estudo do final do ano passado, Burke et al. (2012) analisaram as respostas metabólicas antes e 180 minutos após a ingestão de 20 gramas de proteínas de cinco diferentes fontes: 1) suplemento proteico misturado com água, 2) leite em pó desnatado, 3) leite de soja, 4) carne grelhada e 5) ovos cozidos. O estudo foi dividido em duas partes, uma envolvendo pessoas sedentárias e outra envolvendo atletas. De acordo com os resultados, a área sob a curva das respostas de aminoácidos totais, aminoácidos essenciais, BCAAs e leucina foi a mesma entre as cinco situações! O que diferiu foi o momento em que os picos ocorrem, conforme pode ser visto na figura (por exemplo, picos mais rápidos com alimentos líquidos, mas elevação mais longa com alimentos sólidos). Isso traz informações importantes para o momento de ingestão, bem como para a combinação das fontes proteicas. No entanto, é uma rasteira no pessoal que defende a existência das proteínas mágicas.





Mais um ponto a favor da alimentação balanceada e contra as modas que enchem as academias. Os colegas nutricionistas saberão aprofundar a discussão em pontos mais específicos, como os nutrientes que acompanham, benefícios, riscos, dicas de preparo, hora da ingestão, etc. bem como sugerir o momento e situação adequada para ingestão de cada uma dessas fontes. E é justamente por isso que eles são importantes para todos nós. Mas o recado está dado para o pessoal que fica torrando dinheiro em suplementos e também para os que correm para o mercado a cada vez que vêm uma propaganda ou matérias "descobrindo" que determinada fonte proteica seja a melhor, independente da situação! 

Referências:

Burke LM, Winter JA, Cameron-Smith D, Enslen M, Farnfield M, Decombaz J. Effect of intake of different dietary protein sources on plasma amino Acid profiles at rest and after exercise. nt J Sport Nutr Exerc Metab. 2012 Dec;22(6):452-62.

Nenhum comentário:

Postar um comentário