10 junho, 2012

CUIDE DE SEU FÍGADO ...


Se o seu objetivo é perder gordura, tratar doenças crônicas ou mesmo o ganho de massa muscular saiba que o funcionamento hepático é essencial para o sucesso do tratamento nutricional. Isso mesmo, se o fígado não estiver em plena atividade, o resultado que tanto almeja poderá não ser alcançado.


Antes de explicar como deixar saudável este órgão tão importante para o corpo humano, vale destacar os perigos que podem estar presentes em sua alimentação. Todas as substâncias que entram no organismo, que não são nutrientes e fitoquímicos – componentes naturais encontrados em frutas e legumes, devem ser destoxificadas e, então, excretadas. Entram na lista de vilões os aditivos alimentares, como adoçantes, corantes, conservantes e acidulantes (usados para intensificar o sabor ácido).

Se não destoxificadas, essas substâncias estranhas acabam armazenadas no tecido adiposo, o que gera respostas metabólicas indesejáveis que favorecem o desenvolvimento de gordura e atividade inflamatória intensa – muitas vezes coadjuvantes no desenvolvimento de diversas doenças como diabetes, hipertensão e câncer.

Deixar o fígado em ordem não é tarefa difícil, mas cabe persistência. Para um processo de destoxificação eficiente, é necessário ofertar ao organismo quantidade adequada de micronutrientes, que são as vitaminas e minerais; fitoquímicos, encontrados nos alimentos funcionais, como os vegetais verdes escuros, rabanete, repolho, couve-flor; e aminoácidos, que são constituintes básicos de proteínas.

O consumo adequado de água também é essencial. O paradigma que um homem adulto deve consumir apenas 2,0 L ficou para trás. Indica-se 3,7 L para eles e, para as mulheres, 2,7L.

Vale ressaltar que o processo de destoxificação não ocorre apenas no fígado. É fato que esse é o principal órgão relacionado – com 60% da destoxificação – mas o intestino também desempenha este papel e, com estes dois órgãos trabalhando bem, todo o organismo se beneficia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário