21 julho, 2011

ESTATÍSTICA INÚTIL ...

Algum descuidado comentarista sem grande conhecimento de variáveis estatísticas criou expontaneamente uma constante absurda dizendo que a alimentação tem 70% de importância no que se refere ao sucesso no treino. Essa incorreção estatística e filosófica certamente faz com que muitos desavisados treinem de forma mais submáxima que normalmente já o fazem, ou seja, como gosto de dizer, fazem o treino da bonequinha Barbie e acham que estão arrasando.No final nem a alimentação, baseada em caros suplementos, nem o treino fazem corretamente. Resultado:

Insucesso, lamentação e desculpas esfarrapadas!

Não resta dúvida que a alimentação tem importância fundamental, mas logicamente não existe uma estatística para isso, pois no caso estamos em um binômio interdependente entre treino E dieta, é como uma bicicleta, para ficar de pé necessitamos dos duas rodas, se uma faltar vamos para o chão. Ou seja, para aqueles que gosta de atribuir números o tempo todo, é 50% para cada!

Aos insistentes, se ainda preferir atribuir maior importância ao alimento (só assim quem sabe vende-se mais suplementos caríssimos), podemos relacionar temporalmente que se gasta mais tempo controlando a dieta do que treinando, afinal o treino dificilmente ultrapassa a 40 minutos diários, e se come por muito mais tempo do que isso, só assim poderemos diminuir mais ainda opercentual atribuido ao treino e deixá-lo, quem sabe, com 10% para ser generoso. Mais uma desculpa para treinar como um pedaço de cocô e vender mais suplementos carissimos com essa idéia implantada.

A focalização interdependente no treino deve ser Total, de preferência à Intensidade Total, bem como a Total disciplina na sua dieta com uso consciente e adequado de suplementos.

A disciplina superativa de quem tem “sangue nos olhos” o faz treinar vencendo limites psicológicos implantado por alguns extra cautelosos e temerários de um treino intenso, porque nunca o fizeram, é a mesma disciplina que o faz controlar sua dieta o restante das 24 horas do dia com técnica e discernimento. Qualquer equação percentual será 138.7 % inútil!


Texto: Waldemar Guimarães

Nenhum comentário:

Postar um comentário